Doce Leitura: "A Menina que Roubava Livros" - Markus Zusak

27.7.13

Esse livro estava parado na minha estante já havia um bom tempo. Sempre tive vontade de o ler, mas acabava priorizando outros... Felizmente, nessas férias não teve escapatória. Li e tive uma das mais gratas surpresas literárias. "A Menina que Roubava Livros", de Markus Zusak é incrível e com certeza entrou na minha lista de favoritos. Abaixo segue a sinopse e minha opinião sobre o livro:




Sinopse 

Entre 1939 e 1943, Liesel Meminger encontrou a morte três vezes. E saiu suficientemente viva das três ocasiões para que a própria, de tão impressionada, decidisse nos contar sua história.

Desde o início da vida de Liesel na rua Himmel, numa área pobre de Molching, ela precisou achar formas de se convencer do sentido de sua existência. Horas depois de ver seu irmão morrer no colo da mãe, a menina foi largada para sempre aos cuidados de Hans e Rosa Hubermann, um pintor desempregado e uma dona-de-casa rabugenta. Ao entrar na nova casa, trazia escondido na mala um livro,"'O Manual do Coveiro". Num momento de distração, o rapaz que enterrara seu irmão o deixara cair na neve.

Foi o primeiro dos vários livros que Liesel roubaria ao longo dos quatro anos seguintes. E foram esses livros que nortearam a vida de Liesel naquele tempo, quando a Alemanha era transformada diariamente pela guerra, dando trabalho dobrado à Morte.

O gosto de roubá-los deu à menina uma alcunha e uma ocupação; a sede de conhecimento deu-lhe um propósito. E as palavras que Liesel encontrou em suas páginas e destacou delas seriam mais tarde aplicadas ao contexto da sua própria vida, sempre com a assistência de Hans, acordeonista amador e amável, e Max Vanderburg, o judeu do porão, o amigo quase invisível de quem ela prometera jamais falar. Há outros personagens fundamentais na história de Liesel, como Rudy Steiner, seu melhor "amigo", ou a mulher do prefeito, sua amiga que ela demorou a perceber como tal.



Resenha

Sabe aquele livro que embora tenha um tema dramático e muitos momentos difíceis, consegue ser por vezes leve e encantador? É isso que senti ao ler "A Menina que Roubava Livros": Incontáveis apertos no peito e sorrisos no rosto.

Você se envolve com a história e principalmente com os personagens, todos cativantes. É até complicado pra eu falar qual é o meu preferido, fico na dúvida entre Liesel/Hans/Rudy/Max haha. Quatro personagens cotados para primeiro lugar? isso é um recorde! E o autor consegue nos proporcionar isso.

Fora o enredo, a narrativa do livro também é ótima. Detalhada na medida certa, sem excessos ou faltas. Acredite, isso é uma linha bem tênue, a qual já me fez parar de ler alguns livros e autores. Quanto ao projeto gráfico, é tudo perfeito. Acho que já é típico da Intríseca, editora que publicou o livro no Brasil. As páginas são amareladas , a fonte e espaçamento são bons e tornam a leitura confortável. Tirei duas fotos com alguns detalhes, havia tirado mais rs, porém preferi não colocar no post para quem ler ter aquela surpresa!



Estilo do capítulo. Gostei dessas frases que te dão uma breve prévia dos acontecimentos.


Bem, esse é o detalhe mais legal do livro. Em uma parte, um dos personagens escreve uma história, e faz um livro contando-a e com ilustrações. Essa  foto tem uma das ilustrações que compõe "O Vigiador". Ganhamos de "brinde" mais um livro e ilustrado hehe.

Uffa, falei demais né pessoal? Espero que gostem da resenha, e para quem já leu o livro, me conte o que achou. Beijos e até a próxima!



Ps: Todas as fotos do post foram tiradas por mim, Ariel Bessa

9 comentários:

  1. Oi meu anjo ja tinha visto esse livro antes mas nao tinha me chamado a atençao, agora depois de ler sua reseña tenho por seguro que quero leerlo. beijos linda nos leemos

    http://onemomentintimes1.blogspot.com.es/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom flor, leia sim, tenho certeza que vai gostar! :)
      Bjs

      Excluir
  2. adorei a resenha. Também gosto muito desse livro, é lindo. A diagramação é mesmo perfeita, o estilo dos capítulos, essas partes e as frases que como vc disse dão uma prévia do que vai acontecer, as ilustrações do Max <3.
    é uma pena eu ter lido emprestado kkkk
    bjs
    felicidadeinventada.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa kkk, livros emprestados são complicados porque você se apega à eles haha. Esse é um livro que vale a pena comprar e ter na estante, para quando sentir saudade da história ler novamente rs.

      Excluir
  3. Essa resenha veio em boa hora! Comprei o livro e deixei ele paradinho na minha prateleira, só precisava de um incentivo pra começar a ler. haha

    Beijos,
    Stéphanie
    http://blog-fabulous.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, que bom! Espero que você goste bastante da história, depois venha aqui me dizer o que achou :)
      Bjs

      Excluir
  4. Já faz algum tempo que li A Menina que Roubava Livros. Tem frases ótimas e o começo narrado pela Morte é muuuito bom, mas eu realmente esperava mais do livro por toda a repercussão que teve :T Mas vale a leitura! Seu blog é uma graça, já estou seguindo. Beijos, Bruna. http://chanelfakeblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei como é, às vezes nos falam tanto de um livro que criamos muitas expectativas, no meu caso foi meio que ao contrário rs. Não esperava tanto do livro, e me surpreendi! Mas uma coisa é certa, realmente vale a leitura.
      Obrigada por seguir e pelo elogio flor :)

      Excluir
  5. olá, também tinha vontade de ler esse livro, mas tinha um certo receio..
    mas com essa resenha estou doida pra começar haha
    bjkass
    http://dicasdeadolescentepraadolescente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir